Sleep Through the Static

Em dias de baixar uma discografia completa em menos tempo do que ir até a loja mais próxima de casa e conferir o que saiu de lançamento no mercado musical, me atrevo a postar um review de um CD, isso mesmo Compact Disc, que chegou às prateleiras mundias em fevereiro. Trata-se do quinto trabalho do havaiano Jack Johnson, Sleep Through the Static.

Principalmente para os céticos de plantão, que mesmo antes de ouvir as rimas simples do ex-surfista, já caem criticando, falarei um pouco da módica carreira deste músico.

Concordo que a criatividade musical de Jack Johnson é realmente contestável. Não se trata de nenhum exímio violonista clássico, ou sequer ele tenta exibir alguma grande façanha virtuosa. Todas suas músicas são gravadas com os manjados acordes gavetões, que nunca (ou quase) variam o seu campo harmônico.

O supreendente na música desse cara, está exatemente na simplicidade das composições. Não existem grandes metáforas existenciais, ou nenhuma pretensão de derrubar governos. Sua música é leve como uma pena, direta como um linha e tranparente como as ondas de Honolulu. Isse é o mais fantástico de tudo. Não ser fantástico.

Reza a lenda que, praticando surf no ‘quintal de casa’ Jack Johnson caiu da prancha e quebrou a perna. Ele ficou de repouso em casa com seu violão, criando melodias sobre mar, mulheres (em especial sua própria esposa) e coisas corriqueiras do dia-a-dia. Um certo dia, ele recebeu uma visita de seu amigo de longa data: Ben Harper.

Entre uma jam e outra, o então músico profissional de grande sucesso, encorajou o amigo de muletas a levar a diante aquelas singelas canções de beira-mar e gravar um disco. O que surgiria seria o ainda cru Brushfire Fairtales. Esse abriu espaço para os dois grandes sucessos que o seguiram: On and On e In Between Dreams.

Assim, o ex-surfista deixaria de existir para conhecermos o tímido músico, que começou sua carreira meio sem querer e acabou caindo na graça de muita gente.

Abaixo, publico uma reprodução do site Omelete sobre seu mais novo álbum.

Sleep Through the Static – Jack Johnson
Texto de Luciana Maria Sanches

das1.jpgSabe aquela sensação melancólica provocada pelo lusco-fusco, em que tudo parece meio indefinido? Aquela sensação que vem da indecisão dos céus entre anoitecer de vez ou insistir no brilho do sol? Um sentimento de inquietude, ainda que em um momento belíssimo?

É mais ou menos assim que soa o quinto álbum de Jack Johnson, um ex-campeão de surfe e estudante de cinema que entrou na música meio que por hobby, acabou ficando, se deu bem com a trilha sonora da animação George, o Curioso, e conquistou uma legião de fãs que o mantém há várias semanas no primeiro lugar da parada da Billboard e presença certa entre os dez mais na do Reino Unido.

Johnson não levanta bandeira, não faz grandes alardes, navega entre o pop e o rock beeeem inofensivo, mas nem por isso deixa de ser interessante. Com uma voz que lembra a de Anthony Kiedis, vocalista do Red Hot Chili Peppers, o havaiano discorre sobre o mundo, com foco especial em questões da natureza, e faz questionamentos existencialistas sem se aprofundar demais.

As pitadas de melancolia estão na sonoridade escolhida por Johnson, nem um pouco agressiva, sem grandes variações de tom de voz ou arroubos instrumentais, e nas menções sutis à morte de seu primo, Danny Riley, a quem o álbum também é dedicado.

Sleep Through the Static foi produzido por J.P. Plunier, mesmo do álbum de estréia, Brushfire Fairytales, e gravado em Los Angeles e no Havaí.

Como destaques do trabalho, a faixa de abertura, “All at Once”, a mais animadinha, “Sleep Through the Static”, e “What You Thought You Need”, que reflete bem o espírito do álbum como um todo: despretensioso, sossegado, bom para ouvir na praia, na beira do mar, de preferência assistindo ao lusco-fusco.

Fábio Prina_03/04/08

Anúncios

Um comentário em “Sleep Through the Static

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s