No clima da Copa

É simplestemente sensacional o filme lançado pela Nike para a campanha Write The Future da megacorporação americana visando a Copa do Mundo 2010. O comercial completo parece uma superprodução de hollywood, com direito a participações das estrelas Wayne Rooney, Ribery, Fabio Canabarro, Evra, Drogba, Ronaldinho, Cristiano Ronaldo, Roger Federer, Gael Garcia Bernal, Kobe Bryant e Homer Simpson.

Aliás, a passagem de Cristiano Ronaldo tendo uma cinebiografia assinada por Alejandro Gonzales Iñarritu e estrelada por Gael Garcia Bernal é de tirar o chapéu.

O filme todo é uma obra prima da publicidade e de uma das empresas que mais investe nesse “cadáver que nos sorri”.

Ainda: mesmo que eu não entenda patavinas de futebol e ter falado mal do porto-alegrense Ronaldinho, traidor do Grêmio e que abriu a bunda pro time do aterro vencer o mundial em 2006, fica um certo receio por ele não estar na Copa… mas… como guri propaganda ele vai bem.

Segue abaixo o filmete completo de pouco mais de 3 minutos. Segundo os teasers que antecederam o super comercial, o lançamento oficial da campanha será neste sábado, 22 de maio, na Final da UEFA Champions League. A peça foi dirigida pelo cineasta Alejandro Gonzalez Inãrritu, dos filmes 21 Gramas e Amores Brutos, que não por coicidência, aparece ao lado de Cristiano Ronaldo em alguns poucos frames.

O lançamento na internet da peça aconteceu na última quinta, 20, ao vivo pelo Facebook.

Fábio Prina_21/05/2010

Anúncios

The end is near…

Como falamos no último post, domingo termina Lost. Pra deixar ainda mais melancólico esse adeus a série, a ABC divulgou um vídeo, que provavelmente fará parte do tal domumentário que antecede o último capítulo, com os personagens principais falando sobre como as suas participações e como sentirão saudades do show televisivo.

O episódio final de Lost, chamado coicidentemente de The End, vai ao ar nos EUA no domingo, dia 23. No Brasil, a AXN exibe a finaleira na terça, dia 25.

Em tempo: No dia 30 de maio vai rolar uma confusão sobre Lost na Livraria Cultura em Porto Alegre, às 17h, com entrada franca. O painel “Multiverso: Lost – A série acabou! Estamos Perdidos?” vai reunir o Coordenador do Curso de Comunicação Digital da Unisinos, Daniel Bittencourt; o Diretor Geral de Criação da Escala, Eduardo Axelrud, e o filósofo Gelson Weschenfelder, com a mediação da Jornalista Marília Bissigo.

Para fazer um paralelo com a série, naquilo que falei post anterior, sobre personagens que volta e meia se batem e tal, o primeiro nome da mesa que discutirá Lost, Daniel Bittencourt, foi meu professor na disciplina de Jornalismo On-line na Unisnos. E, talvez não por coicidência, foi nesta cadeira que criei este blog, o qual comento tanto sobre tão pouco!

Namasté!

Fábio Prina_20/05/2010

Dude, we are LOST!

No próximo domingo, dia 23 de maio, vai ao ar na TV americana o último capítulo do seriado Lost. Depois de seis anos no ar, o anunciado fim se confirma com uma super maratona que terá nada menos de 3h30min de finaleira. Isso porque antes do derradeiro episódio, de 2h30, será exibida uma conversa com os criadores e produtores do mais interessantes produtos televisivos da década.

Lost iniciou em setembro de 2004 e logo se tornou uma febre mundial. Além dos recordes de audiência e de criar um público fiel de consumidores de produtos licenciados, o programa marcou uma espécie de revolução não oficial da transição entre a TV e a internet como plataforma para esse tipo de material audiovisual.

Logo que foi lançado, ainda em sua primeira temporada, o show foi uma deixa para nerds e desocupados no mundo todo incitar suas teorias de como iria seguir a história através de fóruns, redes sociais, blogs e tudo que é possível de fazer pelos meios digitais. Percebendo isso, os espertos produtores e roteiristas foram deixando cada vez mais fios soltos para que os espectadores/detetives pudecem prender após cada episódio. Há espaço ainda para a criação e uma enciclopédia própria, genérica da Wikipédia, chamada LOSTpedia!

Além disso, o programa também teve grandes números de downloads legais para o uso em dispositivos móveis, destacando os produtos da Apple, como iPod e o iTunes. Sem falar na baixação ilegal, que como aqui no Brasil, tem números mais significativos que a própria audiência do programa.

Falando de Lost em si, para quem não conhece a história, a trama é extremamente simples: Um grupo de passageiros que viajava de Sidney para Los Angeles, no voo 815 da Oceanic Airlines, caí em uma ilha no meio do nada e fica ali. Só isso. Claro que eles vivem algumas aventuras que envovem um urso polar, um grupo de humanos misteriosos chamado ‘os outros’, uma escolilha, um mostro de fumaça, um navio negreiro cheio de dinamite, uma estátua com quatro dedos, física quântica, viagens no tempo, uma empresa misteriosa chamada ‘Dharma’, explosões nucleares, bolsas de magnetismo, ligações misteriosas entre os acidentados, romances, Rodrigo Santoro, submarinos, um paraplégico que anda, números malditos, ressurreições e mais outras coisas que não me veem a mente agora.

Na verdade, nem sei por onde começar a descrever o que se passa em Lost. Há também os acontecimentos paralelos dos aventureiros na ilha, que são contados hora em flashbacks, hora flashforward e ultimamente em flashsideways. Tipo, algo que só é compreensível pra quem assiste o camalhaço de episódios.

No meio da batata ainda estão os personagens, que se tornaram grandes ícones pops deste início de milênio:. Apontando alguns dos principais, pra não se alongar muito, vamos sabendo um pouco das histórias de Jack, Kate, Sawyer, Sayid, Locke, Jim, Sun, Hurley, Desmond (o que eu mais curto), Charlie, Lapidus, Richard, Ben, Claire, Rousseau, Widmore e Jacob. Sem contar aqueles que já partiram dessa série para um outro trabalho por aí e não estão mais perdidos na ilha.

A última temporada

Chegando então ao final de tudo. Os personagens que estão perdidos, mas já foram achados e se perderam de novo, vivem duas vidas. Neste ano há uma novidade, que de início não agradou os mais fiéis seguidores, como eu mesmo: o tal do flashsideways, ou se preferirem, flashs de história em um universo paralelo ao da Ilha, onde ela, propriamente dita, não fez parte da vida dos personagens. Complicado, eu sei.

Estamos acompanhando a pintaíba que os caras estão passando no meio do mato e por outro lado, vemos como seria a vida deles se o voo 815 não tivesse sofrido a queda, chegando em perfeitas condições a Los Angeles. As personas centrais, que já foram conhecidos como OceanicSix e agora são os Candidatos, tem que sair da ilha, de novo, seguindo alguma espécie de mensagem deixada pelo seu falecido guardião. Enquanto isso, o maquivélico pai da Penny, Charles Widmore, achou a ilha e vai fazer alguma coisa que ninguém sabe o que é, usando o cara mais carismático da série. John Locke morreu, já era, foi-se, mas seu corpo continua reluzindo a careca para tudo que é lado, dando forma a um sujeito conhecido como Homem de Preto ou Mostro de Fumaça.

Na outra corrente, que é a vida paralela dos personagens sem a Ilha, há uma certa semelhança com a segunda temporada, onde os personagens tinham todos uma certa ligação, que parecia com a teoria do Fator Bacon. Não deixa de ser interessante ver os cruzamentos dos companheiros de voo e também de outros personagens, muitos deles, que na realidade mor da série, já morreram.

Entre tudo isso que está pendente, ainda temos que resolver os mistérios mais antigos da série com: o que é a ilha afinal de contas? qual o significado dos números? quem é jacob? o que é o monstro?

Enfim, em mais dois episódios teremos (ou não) um calhamaço de respostas, que nos deixarão com saudades das perguntas que ocuparam o nosso tempo e cabeça nos últimos seis anos. O episódio final de Lost será exibido no Brasil pela AXN, na próxima terça-feira, dia 25. Namasté and Good Lucky!

Confira o trailer do último episódio de Lost

Fábio Prina_18/05/20101974

2010 Hot 100 Maxim

Mas olha só que belezura!!!! Como tradicionalmente é feito neste blog, trago até os meus nobres leitores a lista mais teteia do mundo pop. O Top100 das Mulheres mais Sexy do Mundo, segundo a bíblia do sexysmo, a revista americana Maxim. Como foi feito nos anos de 2008 e 2009 (olha só, esse blog já tá velhinho, né!), abaixo segue uma postagem das 10 preferidas da galera, as 10 mais tcham do momento, as 10 mais… hum…., enfim… as 10 Mais!

Para conferir o mulheriu completo da relação divulgada ontem, dia 10 de maio, pela Maxim, clique aqui e se esbalde com a formosura das fêmeas. Clique nas imagens para ver mais fotos das tops.

#10

#9

#8

#7

#6

#5

#4

#3

#2

#1

Fábio Prina_11/05/2010