Um Beatle ao meu alcance

Um dos boatos mais clássicos que venho escutando há uns dois, três anos é que Paul McCarney iria tocar no Brasil. Já em Porto Alegre era uma ideia estapafurzia demais, pra chegar se quer a ser um boato. Lembro do meu amigo Gustavo Baldasso, o Avo, que, em qualquer conversa, jogava aos quatro ventos uma nova informação varzeana: “O meu, viram que tão falando que o Paul vem ainda esse ano, ´tá quase certo”. Mal sabia eu que ele tinha razão.

Para a surpresa de muitos, inclusive a minha, que já fazia parte daqueles que nem se iludiam mais essa hipótese, Paul McCarney, o baixista canhoto dos Beatles, lá de Liverpool, que compôs meio milhão de músicas ao lado de John Lennon vem mesmo ao Brasil, e digo mais, vem mesmo a Porto Alegre; exatamente no dia 7 de novembro de 201o, para apresentar a sua turnê Up and Coming, no estádio do aterro, quer dizer, Beira Rio Stadium, às 21h.

A função dessa história começou com manchetes insicivas, capa de jornais e puta-que-os-pariu, uma vez que o grande responsável pela vinda do ex-Beatle à terra do chimarrão & churrasco foi o Grupo RBS, da família Srotsky. Após a confirmação, a chuva de notícias e a publicidade em cima do homem, ontem a tarde foi colocado a venda o primeiro lote dos 52mil ingressos previstos, que serão disponibilizados para o público. Com muita confusão, filas gigantescas e um atendimento mais do que pífio pelo site que tinha os direitos de venda, todos os bilhetes se vaporizaram na mão dos fãs enlouquecidos em algumas horas. #PaulInPoa apareceu nos TrendsTopics do Twitter, que hoje em dia, por incrível que pareça, quer dizer alguma coisa, enfim… a baderna tomou conta dos ambientes virtuais e reais.

Na carona da modinha Beatle do momento, comprei meu ingresso e vou levar até o meu baixo do The Beatles: Rock Band. Já que eu sou canhoto, certamente o Paul vai se deslubrar e me chamar pra dar uma canjinha com ele no palco. Tomara que ele leve o PS3 dele.

Essa vai ser a grande chance, de um cara que nem eu e toda a minha geração nascida 15 anos depois que o fabfour se desmantelou e 10 anos depois que John Lennon morreu, ver um Beatle real, ou não, ao alcance dos nossos olhos.

Abaixo vai um videozinho do homem apresentando a sua turnê, vale a pena ficar com um pouquinho de frio na barriga e mais ansioso pela vinda do cara. Até o dia 7 de dezembro, Come Together!

Fábio Prina_08/10/2010

Anúncios

Dia de Cinema – Tropa de Elite 2

Dando continuídade a esse trabalho interrompido, volto a ativa no meu blog fazendo o que eu mais gosto. Pregnósticos de filmes do grande público, que todos tem acesso e, que ao mesmo tempo, tragam alguma coisa a mais do que duas horas de luz e som.

Então, voltamos nossos olhos para o cinema Made in Brazil e na volta do Capitão Nacimento, o personagem das frases de efeito, sucesso nos camelôs e vendedores ambulantes de DVDs ilegais. Tropa de Elite 2 – O Inimigo Agora é Outro, continuação de Tropa de Elite (2007) entra em cartaz hoje, sexta, 8 de outubro, em todo país, sem o mesmo alarme que as cópias piratas criaram com o seu antecessor. Como nos sobreavisa o sub-título didático da obra, agora o BOPE, os Caveiras, os caras lá vão enfrentar um novo e mais perigoso inimigo, a política e as facções criminosas.

O filme se passa em 2010, nove anos depois dos acontecimentos da história original. Agora o batalhão de elite da polícia carioca conta com carros blindados, helicópteros e um contingente muito mair de soldados. O que na ficção aumenta, e muito, as possibilidades de cenas de ação dentro do enredo. Algo que apesar das melhoras significativas, o cinema brasileiro é carente.

Além de grande parte do elenco, como Wagner Moura e André Ramiro, o diretor José Padilha, o roteirista Bráulio Mantovani puxam mais uma vez frente da produção, ganhando a força do montador indicado ao Oscar por Cidade de Deus, Daniel Rezende.

Mesmo com o sucesso de público e crítica que a obra vem recebendo, já está discartada a entrada do filme na seleção de produções estrangeiras no Oscar 2011, uma vez que Lula, o filho do Brasil já é o representante oficial do país no mais conhecido prêmio de cinema do mundo.

Vale a pena dar uma lida na resenha do site Omelete sobre a película e também, pra quem gosta mais de assistir a coisa, segue abaixo o trailer do filme.

Fábio Prina_08/10/2010